» Histórico - Jornal Alto Uruguai

47 anos de excelência em informação e jornalismo

  • 1966

    Luiz Fernandes, um jovem vindo de Porto Alegre, no ano de 1965, em busca de seu sonho, encontrou-se com o empresário Vitalino Cerutti, que custeou a ideia de criação de um meio impresso em Frederico Westphalen, intitulado "Fernandes & Cia Ltda" criado juntamente com uma pequena gráfica. A escolha do nome do jornal semanal gerou várias sugestões, e o nome adotado foi a ideia do Padre Arlindo Rubert, com argumento de que o jornal teria circulação em toda a região, e o nome é o mesmo que conhecemos hoje, "O Alto Uruguai". Luiz Fernandes ficou na direção do jornal até este ano, quando foi substituído por Rui Alberto Rizzotto. Também sob a responsabilidade do atual diretor, o "O Alto Uruguai" continuou como o principal meio impresso do município.

  • 1970

    No dia 20 de fevereiro deste ano, juntamente com Vitalino e Luiz, participaram efetivamente da fundação do jornal, o professor Querino Candaten e o Padre Arlindo. Luiz retornou a Porto Alegre e trouxe para a redação o jovem Luiz Carlos Vinhas. Juntou-se à experiência dos dois porto-alegrenses, à colaboração do padre Arlindo, do professor Candaten e dos jovens frederiquenses, Adilson Cerutti, Edilio Baggio, Wilson Ferigollo, Dionizio Frizon e Jaime Franciscatto, além dos jovens fotógrafos, Pedro e Lucilio Locatelli. Todos os membros da equipe colaboravam desoneradamente, sob o princípio de independência, imparcialidade, honestidade e responsabilidade.

  • 1978

    Com a saída de Rizzotto da direção do jornal, assume o sócio Diunysio Cerutti, com o objetivo de reestruturar a empresa, que passava por dificuldades financeiras. Diunysio trouxe consigo Carlos Luiz Vendruscolo, intelectual e pensador, extremamente inteligente e dono de uma vocação grandiosa para a polêmica. Um momento glorioso para "O Alto Uruguai".

  • 1982

    Com a casa organizada, Diunysio entrega a direção para os sobrinhos Vitalino Adejalmo Cerutti e Francisco Carlos Ceruti, que começaram a dar uma nova dinâmica para o jornal e à gráfica. Com essa mudança do "O Alto Uruguai", ele deixou de ser um jornal político e passou a ter uma posição de neutralidade.

  • 1994

    O sonho de importar uma máquina impressora, que possibilitasse qualidade e rapidez na impressão, tornou-se realidade. Foi um dos primeiros jornais do interior do Estado a ter sua impressão colorida, com a aquisição de uma nova impressora off-set, importada da Alemanha, a capa e contracapa passaram a ser coloridas. Produziam cerca de 1.200 exemplares.

  • 1995

    Ano importante para o "O Alto Uruguai", período em que o jornal de maior circulação e tiragem do Médio Uruguai mudou totalmente sua infraestrutura. O jornal semanal passou a ter cerca de 3.300 assinantes, além de 200 exemplares de circulação avulsa, totalizando 3.500 exemplares espalhados por toda a região do Médio Alto Uruguai e várias cidades do Rio Grande do Sul e de outros Estados, como Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Pará. Grande salto de assinantes, onde leitores, anunciantes, colunistas e colaboradores contribuíram para esse acontecimento.

  • 2005

    Ano de seu quadragésimo aniversário, o "O Alto Uruguai" adquiriu mais uma impressora off-set, o que proporcionou aos seus assinantes maior quantidade de páginas por edição, saindo em média, 36 páginas por edição produzidas.

  • 2006

    Passou a produzir edições com mais de 44 páginas. Outro benefício significativo para o leitor foi com a publicação de um caderno interno colorido, chegando, em algumas edições, a publicar três cadernos coloridos. Com a mudança de endereço, inicia-se uma nova fase, o que deu uma cara nova à empresa e melhoramento significativo das condições de trabalho, favorecendo o cliente, onde o espaço para atendimento foi ampliado. Neste ano, "O Alto Uruguai" recebeu, da Assembleia Legislativa do Estado do Ri Grande do Sul, uma homenagem por seus 40 anos, além de outras importantes moções de aplausos pelas Câmaras de Vereadores da sua região de abrangência.

  • 2009

    Com o trabalho e planejamento de todos que compõem a empresa, foi entregue aos milhares de assinantes a primeira edição da fase bissemanal do jornal "O Alto Uruguai", dando início a um novo período do jornalismo regional. Com duas edições semanais, as notícias ganharam dinamismo e se apresenta com nova roupagem, através de layout reformulado. A edição bissemanal foi um passo importante, que só foi possível graças à credibilidade e incentivo dos leitores e anunciantes deste meio de comunicação, reflexo de um povo empreendedor, que acredita no crescimento do seu município e da região, e utiliza "O Alto Uruguai" para espelhar esta grandeza.

  • 2012

    Em outubro de 2012 com o objetivo de ampliar a cobertura jornalística na região de Ametista do Sul, Alpestre e Planalto, é lançado o Identidade AU. Circulando nas manhãs das quartas-feiras, nestes três municípios, com colunas e matérias exclusivas, o ID AU conquistou um importante espaço na divulgação desta microrregião.

  • 2013

    Chegou ao número de 5 mil assinantes de toda a região, com uma tiragem de 6 mil exemplares por edição, com produção de 90 páginas por semana.

© 2012-2013 - O ALTO URUGUAI - Rua Getúlio Vargas, 201 - Ipiranga - Frederico Westphalen/RS - Fone: (55) 3744-3040. Site desenvolvido por LIFESITE.