icone
Serviços Online
» Conheça nossa edição digital
23/05/2017
Lions Clube está comercializando Pizza Solidária
22/05/2017
Mais atenção à terceira idade frederiquense
22/05/2017
Crianças do Promenor recebem calçados
22/05/2017
Dort e saúde mental do trabalhador são abordadas
icone
Leitor Interativo
» Leia o Artigo da Edição
» Márcio Silva | A vida sobre rodas

Atenção sempre / 50 anos muito intensos

 

 

Pense rápido, o que pode acontecer em um segundo de bobeira? Quantos segundos de bobeira você já teve? Em alguns exemplos rápidos, perdemos o final de um filme, deixamos o arroz queimar ou perdemos o horário do trabalho. Todavia, em outros exemplos deu-se aquela escapada da via no acostamento de uma rodovia, ao tentar estacionar o veículo o motorista raspou o pneu no meio-fio ou até subiu ele ou então encostamos o para-choque na parede da garagem. Atire a primeira pedra quem nunca comemorou 50 anos? Em 2016, o jornal O Alto Uruguai terá essa honraria e mais honrado ainda eu me sinto em fazer parte dessa grande família.

Importante mencionar após assistir uma entrevista de um policial rodoviário federal sobre, entre tantas causas dos acidentes de trânsito no Rio Grande, uma delas me chamou a atenção. Com o perdão da redundância, foi justamente a falta de atenção dos motoristas, até parece coincidência, mas esse também é um dos principais motivos ou das principais causas de reprovação no exame prático de direção veicular para a obtenção do direito de dirigir.

Em 2008, segundos dados do Detran/RS, as principais causas de reprovação na hora do candidato tentar obter o seu direito de dirigir foram não parar em placa de PARE (R1) e em placa de DÊ A PREFERÊNCIA (R2), apagar o veículo quando esse já esteja em movimento ou parado sem observar em que marcha ele se encontra, esquecer-se de usar o cinto de segurança ou de sinalizar a intenção de mudança de direção entre outras, mas a que mais me chamou a atenção foi aquela que acontece com motoristas já muito experientes e não apenas aprendizes, a falta – sei lá – de atenção ou de educação quando teria que dar preferência a pedestres nas faixas a eles destinadas a sua travessia nas vias. Seria então possível resumir que a falta de atenção durante a fase de aprendizagem, o que causa uma possível reprovação, é um fator determinante para a continuação de uma falta de atenção como motorista já habilitado e que proporciona inúmeros acidentes de trânsito com vários mortos e feridos?

Feito por pessoas sensíveis e dirigido por pessoas ainda mais sensíveis há quase dez anos, lembro-me que enviei um projeto focado no trânsito e educação para o trânsito, almejando informar o leitor através da minha dedicação e tempo despencado na preservação da vida e na segurança e educação para o trânsito, como cidadão, motorista, filho, pai, marido e usuário das vias terrestres o referido projeto foi aceito com muito entusiasmo. Quero parabenizar o jornal O Alto Uruguai por mais essa conquista, a de completar 50 anos informando o leitor regional antes da internet e o leitor internacional após a internet, e que possamos juntos completar muitos mais anos juntos.

 

Prof. Márcio Silva

Pós-Graduando em Direito de Trânsito – Verbo Jurídico - POA/RS

Examinador de Trânsito do DETRAN/RS

Especialista em Trânsito e Educação no Trânsito – Unochapecó/SC

COMPARTILHE ESTA PÁGINA
Os comentários no site estão em fase experimental - não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes pelo e-mail site@oaltouruguai.com.br.
© 2012-2013 - O ALTO URUGUAI - Rua Getúlio Vargas, 201 - Ipiranga - Frederico Westphalen/RS - Fone: (55) 3744-3040. Site desenvolvido por LIFESITE.