icone
Serviços Online
» Conheça nossa edição digital
25/09/2017
Concurso irá escolher 12 desenhos para ilustrar calendário 2018
25/09/2017
Estação reinaugura com novidades
25/09/2017
Estudantes são premiados na 5ª Mostra de Ciências
25/09/2017
Secretaria de Esportes entrega alimentos para entidades
icone
Leitor Interativo
» Leia o Artigo da Edição
» Márcio Silva | A vida sobre rodas

Como se comportar em situações adversas no trânsito

 

Quando foi a última vez que você sofreu um acidente de trânsito? Ou quando foi a última vez que você foi assaltado? Em tempos de crise econômica e de buscar alternativas na redução de despesas, algumas pessoas usam de medidas não muito seguras, almejando o controle financeiro. Combinar segurança viária com redução dos custos em manutenção de veículos não combina muito, sendo assim veremos se achamos um meio termo seguro para todos.

Acidente de trânsito ou ser assaltado, qual a relação entre eles? Se formos considerar o alto crescimento de ambos, com o decorrer dos anos, pode-se afirmar que a diferença está em qual o dia e a hora em que tal moléstia, tragédia ou intercorrência irá ocorrer. Entretanto, não dá para chamar de acidente de trânsito, o fato de um motorista beber e, alcoolizado, dirigir um veículo automotor. Podemos chamar de qualquer coisa, menos de acidente de trânsito.

O alto custo do combustível levou alguns motoristas a usarem medidas extremas como usar menos gasolina, álcool ou diesel em seus tanques. Todavia, tal medida pode gerar danos ao motor, pois quando se usa menos combustível, os resíduos que se soltam dos tanques, principalmente dos mais antigos, pela própria corrosão natural, se dirigem para o sistema de carburação ou de injeção eletrônica dos veículos. Outro fator é o risco que se corre em ficar sem combustível quando estiver em deslocamento ou em urgência, proporcionando infração de trânsito e pontos na carteira nacional de habilitação. Atrasar a troca dos pneus também é muito perigoso, principalmente, na estação do inverno em que estamos, onde a chuva, frio e neblina são muito corriqueiros.

Treinar como se comportar em um acidente ou em um assalto pode parecer muito estranho, mas essas atitudes podem salvar sua vida e de seus familiares. Saber sinalizar a via após um acidente para que não haja mais acidentes é muito simples e só exige atenção e vontade. Usar as lanternas ou o pisca-alerta dos veículos é uma alternativa, usar galhos, matos ou arbustos localizados ao longo da via é sempre ótimo, somado ao fato de ter sempre uma ferramenta cortante dentro do veículo e, por fim e muito importante também, não se esquecer de recolher esses galhos ou arbustos após a ocorrência ter terminado. É muito comum ver na via galhos e matos esquecidos, que chamam a atenção dos motoristas sem necessidade.

Contudo, muita calma e prudência em situações adversas podem evitar acidentes de trânsito. É muito comum em dias de chuvas ouvirmos relatos dos motoristas em caso de aquaplanagem, mas se estivessem com velocidade reduzida ou com pneus em bom estado teriam evitado o acidente. Entretanto, chamamos de imprudência premeditada e não de acidente trânsito o fato de agirmos errado mesmo sabendo que continua sendo errado.

 

Lembre-se!

 - Mês que vem inicia a cobrança do uso dos faróis ligados nas rodovias.

- No dia 1º de julho iniciam as inscrições para o curso de instrutor de trânsito, na URI/FW. As vagas são limitadas.

 

COMPARTILHE ESTA PÁGINA
Os comentários no site estão em fase experimental - não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes pelo e-mail site@oaltouruguai.com.br.
© 2012-2013 - O ALTO URUGUAI - Rua Getúlio Vargas, 201 - Ipiranga - Frederico Westphalen/RS - Fone: (55) 3744-3040. Site desenvolvido por LIFESITE.