icone
Serviços Online
» Conheça nossa edição digital
28/05/2017
Motorista é preso após acidente
28/05/2017
Dois homens são presos na região
28/05/2017
Undime realiza encontro durante o 32º Carijo
26/05/2017
Edição especial do AU neste sábado
icone
Leitor Interativo
» Leia o Artigo da Edição
» Frei José Isidoro Olkoski Título

O AMOR MÚTUO

Jesus, ao se despedir dos discípulos, deixa em testamento à comunidade o "Mandamento Novo”: "Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei". (Jo 13,31-33 a.34-35). É uma síntese da vida de Jesus e um estatuto da comunidade cristã para concretizar o projeto de Deus.  

Este amor mútuo: 

- É sinal da presença de Jesus na comunidade cristã. Jesus continua sua presença e sua ação no amor mútuo dos discípulos.

 - É o distintivo do verdadeiro cristão: "Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns para com os outros".

- É um mandamento novo, não apenas um conselho, convite. Novo: Onde está a novidade? "Amar o próximo como a si mesmo" já existia no Antigo Testamento (Lev 19,18). A novidade está na medida desse amor: "Como Eu vos tenho amado". O amor de que Jesus fala é o amor que acolhe, que se faz serviço, que respeita a dignidade e liberdade do outro, que não discrimina nem marginaliza, que se faz dom total (até a morte) para que o outro tenha mais vida.

É este o amor que vivemos e que partilhamos? Neste ponto, a comunidade cristã se apresenta hoje como uma alternativa à visão de sociedade, que continua baseada na competição, no poder do dinheiro, mesmo à custa das lágrimas dos pobres, das angústias e do sangue dos humildes. Ela deve testemunhar com gestos concretos o amor de Deus; deve demonstrar que a utopia é possível e que os homens podem ser irmãos.

O distintivo da nova comunidade: Os discípulos de Jesus não são os depositários de uma doutrina, ou de uma ideologia, ou os observadores de leis, ou os fiéis cumpridores de ritos, mas são aqueles que, pelo amor mútuo, vão ser um sinal vivo do Deus que ama. A proposta cristã resume-se no amor. O amor é o distintivo, que nos identifica; quem não vive o amor, não integra a comunidade de Jesus.  O amor mútuo é a síntese de toda a lei da nova aliança, é o estatuto que fundamenta a comunidade cristã.

A nossa religião é a religião do amor, ou é a religião das leis, das exigências, dos ritos externos? Em nossos gestos, as pessoas descobrem a presença do amor de Deus no mundo?  

                                                                          Frei José Izidoro Olcoski

COMPARTILHE ESTA PÁGINA
Os comentários no site estão em fase experimental - não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes pelo e-mail site@oaltouruguai.com.br.
© 2012-2013 - O ALTO URUGUAI - Rua Getúlio Vargas, 201 - Ipiranga - Frederico Westphalen/RS - Fone: (55) 3744-3040. Site desenvolvido por LIFESITE.