icone
Serviços Online
» Conheça nossa edição digital
25/09/2017
Concurso irá escolher 12 desenhos para ilustrar calendário 2018
25/09/2017
Estação reinaugura com novidades
25/09/2017
Estudantes são premiados na 5ª Mostra de Ciências
25/09/2017
Secretaria de Esportes entrega alimentos para entidades
icone
Leitor Interativo
» Leia o Artigo da Edição
» Lana

Como lidar com pessoas difíceis na organização

Volta e meia nos deparamos, durante a vida, tanto no ambiente profissional quanto pessoal, com o que chamamos de pessoas difíceis de lidar. A primeira ideia que nos vem à mente é tentar conviver o menor tempo possível com elas ou, se possível, abrir mão do convívio. Contudo, quase sempre isso não é possível, principalmente no ambiente de trabalho. Assim, é possível afirmar que dificilmente estaremos imunes às pessoas difíceis, sendo o caminho ideal aprender a lidar com elas e não se deixar atingir de maneira profunda por suas ações.

Os sinais que identificam tais pessoas são vários, como o piadista que perde o limite da brincadeira; o cliente arrogante ao solicitar um pedido; o professor que acha que sabe tudo; pessoas que não exercitam a tolerância e exigem que as coisas sejam feitas na hora ou aquelas que se destemperam por qualquer motivo, enfim, a lista é longa. Normalmente, quem é difícil não se percebe desse modo e só começa a entender que alguma coisa errada está acontecendo, quando vira rotina a perda de empregos, amigos e namorados (as). Ainda assim, muitas vezes costuma culpar os outros, o mundo, o destino, sem se dar conta de que precisam mudar. Kant dizia que na vida existem pessoas que nos puxam para cima e outras que nos empurram para baixo. A pergunta é o que fazer com quem nos cria dificuldades? A começar, ser estratégico, pois Descartes nos ensinou que não existem métodos fáceis para resolver problemas difíceis, e a estratégia exige conhecimento, habilidade e dedicação. Impossível falar sobre estratégia sem citar Sun Tzu, que colocou a “ponderação” como fator chave de sucesso, o que Aristóteles chamava por “equilíbrio” e Santo Tomás de “temperança”.

Das dicas de como se relacionar com pessoas difíceis, a mais importante é o exercício da tolerância, que se traduz em saber escutar o interlocutor com paciência e respeito, e não entrar no seu jogo de discórdias, nem ser seu coadjuvante. Seguem algumas outras que poderão ajudar na convivência.

- Procure deixar claro a sua opinião sobre determinados assuntos, a fim de evitar polêmicas.

- Procure fazer pedidos ao invés de queixas, como por exemplo: “você se incomodaria de falar um pouco mais baixo, pois não estou conseguindo me concentrar?”.

- Se tiver que chamar a atenção de um subordinado com vistas à correção de atitudes, tente primeiramente compreender o contexto pessoal desse indivíduo e procure agir de maneira amistosa e não defensiva.

- Evite rotular ou incentivar essa prática, pois isso só vai piorar a situação e dar mais estímulo ao “difícil” de realmente se apoderar desse papel.

- Procure elogiar e cultive espaços para debates salutares.

- Ser agregador não significa concordar com tudo, pois o limite da maleabilidade deve ser sempre o bom senso.

- Ao liderar uma equipe não delete do seu staff os problemáticos, pois trabalhar em equipe significa saber conviver com as diferenças e imperfeições dos colegas, ao passo que também é salutar a existência de subordinados líderes – uma vez que construir uma equipe de liderados é sinônimo de fracasso. Por último, confie à pessoa difícil alguma tarefa de importância para que ela se sinta valorizada e possa responder positivamente a sua confiança.

- Se previna da raiva, pois qualquer coisa que você faça ou diga poderá ser usada futuramente contra você, além do que, pessoas difíceis costumam ter uma memória privilegiada, de modo que saberão, em ocasião oportuna, elencar detalhadamente sua fala, lhe colocando em posição de algoz.

Bons Ventos! Namastê.

COMPARTILHE ESTA PÁGINA
Os comentários no site estão em fase experimental - não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes pelo e-mail site@oaltouruguai.com.br.
© 2012-2013 - O ALTO URUGUAI - Rua Getúlio Vargas, 201 - Ipiranga - Frederico Westphalen/RS - Fone: (55) 3744-3040. Site desenvolvido por LIFESITE.