icone
Serviços Online
» Conheça nossa edição digital
27/06/2017
Posto Central com horário estendido em FW
27/06/2017
Veículo de Rodeio Bonito envolve-se em acidente
27/06/2017
Programa Educação Fiscal premia redações
26/06/2017
Projeto beneficia famílias e empresas frederiquenses
icone
Leitor Interativo
» Leia o Artigo da Edição
» Marcio Bariviera | Papo de Bola

Despedida do Vermelhão?

Após a vitória do União Frederiquense diante do Panambi, domingo passado, praticamente todos os órgãos de imprensa que cobrem o clube questionaram sobre ter sido esta a última partida no Vermelhão da Colina. Ainda é cedo para confirmar tal situação, mas o jogo pode ser sido histórico, pois atuar em sua “casa própria” no próximo ano é uma tendência, embora ainda não 100% garantida.

 

Sobre o avanço do estádio

O segundo semestre do União Frederiquense terá foco total em duas frentes: campanha do cimento e sócio remido-patrimonial. Se as duas situações avançarem de acordo com o que direção e conselho do clube esperam, o União deverá atuar em seu estádio em 2018. Lembrando que a campanha do cimento tem um valor de R$ 35 por cupom, o qual dá direito a concorrer a vários prêmios em dezembro, enquanto que quem aderir ao sócio remido-patrimonial terá benefícios vitalícios, os quais cito abaixo.

 

Show de benefícios

Quem aderir ao sócio remido-patrimonial terá benefícios como duas cadeiras cativas para acesso coberto no setor de cadeiras (nunca mais pagará ingresso em jogos e shows), uma vaga privativa de estacionamento e será proprietário de 0,5% do complexo esportivo. Tudo isso de forma vitalícia, podendo ser passado para familiar de 1º grau ou vendido para terceiros, se assim desejado. O valor por adesão é de R$ 20 mil para os 40 primeiros sócios, sendo que já foram comercializadas 24 unidades.

 

Pouca bola

Mesmo tendo reclamado da arbitragem – de forma justa, diga-se de passagem –, o Grêmio jogou muito pouca bola contra o Iquique. Se ficar apenas na ilusão de que o time é sempre prejudicado e não atuar da forma que se exige uma Libertadores, o tricolor vai ficar pelo caminho. Pelo o que venho acompanhando em vários jogos, há times que além de estarem apresentando tecnicamente boas atuações, os atletas estão “dando a vida”. Que a pouca bola de quarta-feira passada sirva de exemplo.

 

Final do Gauchão

Sobre a final do Gauchão, o Novo Hamburgo não foi prejudicado por ninguém quanto ao mando de campo. Existe um regulamento assinado por todos os clubes e, que fique bem claro, teríamos um estádio lotado, o que pesa com mais força ainda o fator segurança principalmente nos setores onde a vistoria não aprovou tais liberações. E digo mais: dentro de campo a bola do Nóia está melhor. Pelo menos até iniciar a partida derradeira. O fato é que teremos um baita jogo de bola.

 

Fim de papo

Na tarde de hoje o União Frederiquense encerra sua participação na Divisão de Acesso ao encarar o Brasil, em Farroupilha. O União vai de sangue doce, enquanto que o Brasil precisa da vitória, sob pena de ser eliminado da competição. Será um jogo com caráter de decisão para os donos da casa e o Leão da Colina, como em 2014, poderá ser responsável por um “crimezinho”. O jogo inicia às 16 horas.

COMPARTILHE ESTA PÁGINA
Os comentários no site estão em fase experimental - não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes pelo e-mail site@oaltouruguai.com.br.
© 2012-2013 - O ALTO URUGUAI - Rua Getúlio Vargas, 201 - Ipiranga - Frederico Westphalen/RS - Fone: (55) 3744-3040. Site desenvolvido por LIFESITE.