icone
Serviços Online
» Conheça nossa edição digital
26/09/2017
Integrantes realizam treinamento na capital
26/09/2017
Corridas Unimed reúne cerca de 500 atletas
26/09/2017
Inspetoria de FW promove treinamento
26/09/2017
Família Broc/Broch realizará encontro
icone
Leitor Interativo
» Leia o Artigo da Edição
» Set

“Você não sabe o tamanho da força que tem”

Se a vida de Eliane Basso Cracco, 32 anos, fosse um livro, o título com certeza seria “Superação”. A filha de Iraci Maria Basso (in memoriam) e Albino Cracco (in memoriam), nascida e criada na calma cidade de Alpestre, desde muito jovem sonhava em trabalhar, crescer profissionalmente e dar uma vida melhor para a mãe e ajudar os irmãos, já que o pai faleceu no seu primeiro ano de vida. A mãe, com todas as dificuldades impostas pela vida, nunca deixou faltar nada a ela e seus dois irmãos mais velhos; o único sonho era os ver crescerem sendo pessoas de caráter. Tudo ia bem, Eliane aos 20 anos deu o tão sonhado neto à mãe, nascia João Pedro – hoje com 12 anos. Mas o destino quis mudar o rumo da família. Após visitar a mãe em Alpestre, Eliane retornou para a sua casa em Palmeira das Missões, em uma sexta-feira, e ao acordar no sábado recebe uma ligação de que Iraci tinha sido morta dentro de casa. “Fiquei sem reação. Achei que era uma brincadeira que ela estava fazendo, que queria ver os filhos perto. Mas não era. O meu mundo desabou, eu perdi o esteio que me sustentava. O meu porto seguro tinha sido tirado de mim. Revoltei-me naquele momento contra Deus e só pedia por que Ele permitiu que isso acontecesse com nós, justo com nós, que nunca fizemos mal para nenhuma pessoa. Foi muito difícil, e ainda é, mas com o tempo eu fui encontrando as respostas e entendendo que não era culpa de Deus, e foi Ele quem me ajudou a levantar”, conta.

Mas a vida precisava continuar, foi então que depois de um sonho com a mãe, em que ela fez um pedido à filha, Eliane tenta se reerguer. A primeira coisa que faz é trocar o curso de Direito, que havia trancado por dois anos após o ocorrido, por Educação Física. “Foi um pedido da minha mãe no sonho. Acredito que ela sabia o que seria melhor para mim naquele momento. Ela precisava ficar em paz onde estava, mas queria ver eu me levantar, seguir a vida. Então tomei a decisão por ela”, destaca.

Tempo depois formada, Eliane deu a volta por cima, encontrou em seu caminho pessoas que ela nunca imaginou que um dia encontraria. “Perdi um pedaço da minha vida quando minha mãe se foi, mas em Palmeira das Missões conheci e tenho tanta gente perto de mim, que não consigo explicar. São pessoas que só pelo fato de sorrirem para você, já te dizem muito”, frisa.

Hoje, Eliane se tornou uma grande empresária. Depois de batalhar muito abriu sua própria academia na cidade palmeirense e faz sucesso entre os apaixonados pela atividade física. “Eu tinha esse sonho, só que era difícil devido ao financeiro, mas jamais desisti. Lutei e consegui meu primeiro estúdio de exercícios em 2015, e agora em 2017 já inaugurei outro espaço, maior, com mais opções. Nessa vida não tem o que a gente não consiga. Tenho um carinho enorme por todos que nos procuram e tenho orgulho de contribuir para a qualidade de vida deles”, diz a profissional.

 Para a jovem, o segredo para dar a volta por cima e hoje ser uma profissional de destaque é ter muita fé e jamais desistir. “Sou grata por tudo. Agradeço a Deus cada dia, pois Ele sabe o que faz, Ele tem as repostas para a nossa vida. Hoje eu tenho o principal, o meu filho, o meu namorado Marcelo Vedoi. Tenho ao meu lado muitas pessoas de bem, que te dão um sorriso verdadeiro; que te estendem a mão sempre. Sou realizada pessoalmente e profissionalmente e quero cada vez mais ir em busca do melhor. Superei todas as barreiras da vida, mas como sempre digo e também tenho na parede da minha academia, ‘Você não sabe o tamanho da força que tem’”, finaliza.

 

Suseli Cristo

COMPARTILHE ESTA PÁGINA
Os comentários no site estão em fase experimental - não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes pelo e-mail site@oaltouruguai.com.br.
© 2012-2013 - O ALTO URUGUAI - Rua Getúlio Vargas, 201 - Ipiranga - Frederico Westphalen/RS - Fone: (55) 3744-3040. Site desenvolvido por LIFESITE.