icone
Serviços Online
» Conheça nossa edição digital
20/11/2017
Aposentados podem sacar cotas do PIS
17/11/2017
Assinantes terão desconto exclusivo para inauguração
17/11/2017
Displays de divulgação foram distribuídos no comércio
17/11/2017
Cine 8D é atração inédita na região
icone
Leitor Interativo
» Leia o Artigo da Edição
» Set

“Unidos faremos um comércio forte”

(Foto: Fábio Pelinson)
(Foto: Fábio Pelinson)

O filho mais velho de Maria Vargas, Cézio Mauricio Vargas, largou o ramo do agronegócio para apostar na área empresarial e hoje ocupa uma posição importante entre a classe lojista. O palmeirense iniciou sua carreira profissional trabalhando em uma cooperativa na sua cidade natal, onde atuou como repositor de mercadorias, auxiliar de caixa, auxiliar de escritório, caixa e tesoureiro. Cézio trabalhou também na lavoura, conciliando com os afazeres na cidade e como os negócios iam bem, decidiu ficar somente com a lavoura. Nos anos de 2004 e 2005, a região enfrentou grandes secas, que o levaram a não conseguir mais pagar as despesas do trabalho no campo.

O palmeirense acabou desistindo do ramo do agronegócio, vendeu o seu maquinário e pagou as contas. A ideia inicial era abrir uma locadora, mas resolveu fazer uma parceria com o seu sogro, Rodolfo Berres e sua sogra Sirlei Valdires Diehl, que já possuíam a Casa das Linhas em Palmeira das Missões e, em 2006, Cézio começou a trabalhar na loja. “Nos acertamos, fizemos uma parceria boa, uma empresa familiar, eu, meu sogro, minha sogra, minha esposa e cunhados e, como tinha muita procura do pessoal dessa região, resolvemos experimentar, viemos com a loja para Frederico Westphalen”, conta Cézio, que em 17 de agosto de 2010, juntamente com seu sogro e sua sogra, instalou a empresa Sirlei Tecidos. Hoje, possuem a loja palmeirense, a frederiquense e nos próximos anos pretendem abrir mais uma empresa em alguma cidade da região.

Quando Cézio e seus sogros trouxeram a loja para FW, não conheciam os moradores da cidade, o empresário resolveu então fazer parte da Câmara de Dirigentes e Lojistas (CDL), o que resultou em mais visibilidade para o seu comércio. O empresário conta que iniciou como apoiador da Show de Prêmios da CDL e ajudou em quatro edições da campanha. Na gestão de Juliano Razzia, Cézio foi convidado a fazer parte da diretoria e continuou participando nas gestões de Ana Barcarol e Sananda Ferigollo. Nessa segunda-feira, 6, foi a vez de Cézio, que já possui mais de 10 anos no comércio, assumir a presidência da CDL-FW.

O empresário se sentiu honrado com a escolha do seu nome para presidir a entidade e está muito confiante, já que cinco ex-presidentes da CDL fazem parte de sua diretoria. “Não é só o Cézio presidente da CDL, é o Cézio e uma grande equipe. O grupo é muito bom e transmite confiança para encarar esse desafio”, comenta o presidente. Ele conta que quer dar continuidade à campanha de fim de ano – a Show de Prêmios –, que é uma marca forte da CDL e adianta algumas novidades. “Queremos dar sequência, sempre com inovação. Neste ano, ao invés de dar o carro, sortearemos um valor em dinheiro, que será definido nos próximos dias. Vamos ter 15 prêmios como Smartphone, TV, Notebook, além do valor em dinheiro, que poderá ser investido no próprio comércio”, diz.

O presidente da CDL afirma que a nova diretoria irá trabalhar unida e conta também com o apoio dos lojistas. “Sem o apoio da nossa classe não podemos fazer nada, somente unidos faremos um comércio forte”, destaca Cézio, que convida para o lançamento da campanha, no dia 16, no salão nobre da ACIFW.

O seu alicerce

Atualmente, o empresário reside no bairro Faguense, em FW, com a esposa Ana Paula Diehl, que também trabalha na Sirlei Tecidos, e com os dois filhos, Mariana Vargas, de 17 anos, e Davi Oto Vargas, de 7 anos. Um dos maiores sonhos de Cézio é ver os seus filhos formados, e conta orgulhoso que a filha mais velha, Mariana, está prestando vestibular. O empresário comenta que sem a união da família não iria a lugar nenhum. “Você precisa ter união, paz, amor, carinho, respeito acima de tudo, porque só assim consegue ir para frente, prosperar”, enfatiza o empresário.

A família do empresário acabou de adquirir um sítio em Frederico Westphalen, no qual serão construídos campo de futebol, piscina e açudes. Cézio relata que é um investimento em qualidade de vida, para fugir da rotina da cidade e que quer uma vida simples, mas muito agradável para sua família. “Já adquirimos imóveis aqui na cidade e hoje já nos sentimos um pouco frederiquenses” finaliza.

 

Taiz Gizele Richter / Estagiária de Jornalismo - UFSM

COMPARTILHE ESTA PÁGINA
Os comentários no site estão em fase experimental - não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes pelo e-mail site@oaltouruguai.com.br.
© 2012-2013 - O ALTO URUGUAI - Rua Getúlio Vargas, 201 - Ipiranga - Frederico Westphalen/RS - Fone: (55) 3744-3040. Site desenvolvido por LIFESITE.