PUBLICIDADE
9 - coronavírus
Wilson Ferigollo
Wilson Ferigollo

Guia de turismo e pesquisador.

Sugestões, elogios e dúvidas: clique aqui para enviar um e-mail.

Aliança

Os textos de colunistas aqui publicados são de sua total responsabilidade e não refletem a opinião do jornal O Alto Uruguai

Publicado em: 10/06/2020

Museu agrícola – Alessandro Molossi, secretário da Indústria, Comércio e Turismo de FW, está atuando no sentido de legalizar a criação do 1º Museu Agrícola da região, incorporando equipamentos usados pelos nossos colonizadores. O casal Judite e Marco Milani liberaram, como doação, um engenho de cana e uma tafona, que somadas a outros equipamentos, tornarão o Parque Municipal Arcangelo Buzatto um grande atrativo e área de lazer para as famílias. Sabemos das dificuldades burocráticas a serem enfrentadas pelo Alessandro Molossi.

Empresas – Recebemos da Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo, alguns  números, que devem merecer uma reflexão, pois o polo comercial da "cidade princesa" é formado por 950 empresas comerciais, 244 indústrias, 1.917 prestadoras de serviços, 340 empresários autônomos e 617 MEIs, em um total de 4.192 pessoas jurídicas, gerando emprego e esquentando a economia em FW.

Construção civil – Nos últimos cinco anos, no setor de registro da Prefeitura de FW, foram liberados 1.067 projetos para construção civil, somando-se a mais de 371.567m² de novas construções. Nos últimos 10 anos, anualmente são liberados mais de 200 novos projetos por ano. Certamente, mais de seis mil empregos gerados pela construção civil, sem contar os indiretos. Pesquisamos esses registros desde 1984, e a cidade dispõe de mais de 1.495.540m² de área construída.

Partidarização – Por que a política atrapalha tanto? Será a paixão ou a cegueira que atrapalha sentir ou ver a interferência de alguns entraves politiqueiros? Temos que saber separar o joio do trigo, o mau caráter, as notícias que podem ser meias verdades ou mentira inteira. 

Empregos – O amigo leitor já parou para observar a quantidade de lojas que fecharam suas portas, demitindo seus empregados? A cada semana mais pessoas jurídicas deixam de existir e a culpa é da pandemia, que provoca o atraso no atendimento dos compromissos. Temos que reverter esse momento de pessimismo. Olhar para frente e tente recriar algo novo.

Aliança – Uma costura cujas máquinas começaram a ser acionadas e azeitadas ao limiar de 2020. Quantas horas, quantos encontros, quantos bate-papos em torno de uma mesa, especialmente na Vitrola, podem ser somados ao belo trabalho de algumas pessoas voltadas ao desenvolvimento. Participei de uma dezena de reuniões de trabalho, com dezenas de lideranças avaliando algo que encontrava oposição de outros. Na última reunião, em 28 de maio, sete representantes de siglas partidárias deram o sim, voltadas ao bem comum. Unir forças em um protocolo, me permite avaliar com positiva a tentativa de unir os partidos. Dois partidos resolveram estar ausentes de tal protocolo e só o futuro garantirá.

Covid-19 – Chegou de mansinho, sem avisar ninguém, envolveu políticos, politiqueiros e outros mais em um grande debate, e que cresce na medida que os interesses atingem determinadas lideranças, atrapalhando uma harmonia que poderia ser útil ao povo. Nesse tempo, na área federal, não surgiu uma liderança com capacidade de centralizar um debate reunindo todos, com humildade para acertar onde acomodar o cotovelo dos litigantes vaidosos.

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica