PUBLICIDADE
9 - Seen Experience

Política

Parlamentar gaúcho apresentou projeto de resolução que prevê corte de R$ 500 milhões na reserva de gastos da casa

Publicado em 27/05/2020, última alteração em: 27/05/2020 11:04.

Por:



11 - Sicoob

O senador gaúcho Lasier Martins (Podemos) argumentou a necessidade de o Senado contribuir para os esforços no combate à Covid-19. Argumentando que sempre defendeu bandeiras como a do “combate ao desvio e ao desperdício do dinheiro público”, o gaúcho apresentou um projeto de resolução (PRS 17/2020) que prevê o corte de R$ 500 milhões dos R$ 4,5 bilhões reservados para gastos do Senado. Nesse montante estão incluídos, por exemplo, gastos com funcionários comissionados na direção-geral, de R$ 24 milhões, e na mesa-diretora, que juntos somam R$ 27 milhões.

O parlamentar lembra, ainda, que o valor que seria economizado representa o mesmo valor dispendido para a ampliação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), obra que mobilizou quatro mil trabalhadores em cinco anos e que entregou alas de forma antecipada em razão da pandemia da Covid-19.

Além do corte nos gastos da casa, o senador propôs reduzir pela metade a verba mensal de R$ 48 mil disponível a cada um dos 81 senadores, para gastos nos mandatos. “Na prática, provei que há exagero aí, pois só em passagens aéreas devolvo mais de 60% do que tenho direito, graças à busca por passagens com antecedência e em horários mais baratos. Uma economia de R$ 100 mil. Nenhum poder pode se ausentar da tarefa de cortar da própria carne e economizar em favor de um bem maior: a vida”, relata.

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel