PUBLICIDADE
9 -  Live Ohana

Segurança

Somadas, penas previstas pelos delitos cometidos pela mãe da Rafael Winques podem chegar a 42 anos de detenção

Publicado em 10/07/2020, última alteração em: 10/07/2020 21:50.

Por:



11 - Razia

O Ministério Público (MP-RS) entregou ao Poder Judiciário, na manhã de sexta-feira, 10, a denúncia contra Alexandra Dougokenski, mãe de Rafael Mateus Winques, 11 anos,  morto em Planalto no fim de maio. Em coletiva de imprensa on-line realizada durante a tarde, a promotora do caso, Michele Kufner, divulgou que o MP representou contra Alexandra pelo cometimento de quatro crimes: homicídio doloso, falsidade ideológica, ocultação de cadáver e fraude processual.

Seguratel-An-ncio

Somando as penas mínimas dos quatro crimes, mais as qualificadoras e agravantes de cada um deles, Michele estima que a condenação de Alexandra possa variar de 14 a 42 anos de reclusão. “São estimativas, mas fica entre esse período. Pode variar pra mais, mas não poder variar para menos”, aponta a promotora de Planalto

Última versão não é verdadeira

Outra importante informação divulgada por Michele é que a última versão dita oficialmente por Alexandra à PC também não é verdadeira. De acordo com o MP, Alexandra afirma ter matado o filho no impulso, o que é contestado pela promotora, que em função das várias versões apresentadas pela mãe de Rafael ao longo inquérito, desacredita que ela tenha falado a verdade no depoimento final. Para o MP, as provas periciais e a análise do comportamento de Alexandra mostram que ela sabia o que estava fazendo pois temia perder o controle da casa.

Confira a reportagem completa na edição AU de amanhã, 11

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel