PUBLICIDADE
9 - coronavírus

Solidariedade

Campanha é para dar continuidade ao tratamento do menino de quatro anos, que se afogou em nível gravíssimo, em FW

Publicado em 27/11/2020, última alteração em: 27/11/2020 11:00.

Por:



11 - Girassol

Brayan Gabriel Kuviatosz, de apenas quatro anos, afogou-se na piscina da sua casa, no dia 19 de outubro deste ano, em um nível gravíssimo, tendo uma parada cardiorrespiratória de 20 minutos, pois não foi possível reanimá-lo no local. Sua função cardíaca foi estabelecida no pronto-socorro, por esse motivo, a lesão cerebral foi extensa e ele necessita de cuidados especiais 24 horas por dia.

Internado desde o acidente no Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, Brayan passou 29 dias na CTI, fez procedimento de traqueostomia e gastrostomia, e evoluiu bem na função respiratória, respira o ar ambiente, por isso tem a possibilidade de continuar o tratamento com fisioterapia em casa, mas devido aos custos, a família pede a contribuição da comunidade regional, para suprir as necessidades básicas dele neste momento. São itens indispensáveis, de uso diário e por tempo indeterminado.

– Toda a ajuda será bem-vinda. E se o seu orçamento não te permite, nos ajude compartilhando em suas redes sociais para chegar até as pessoas que dispõem de um orçamento maior. É um momento delicado, precisei me afastar das atividades profissionais para dar todo o cuidado e atenção ao Brayan, enquanto meu esposo trabalha. Ficaremos imensamente gratos, de todo o nosso coração – destaca a mãe, Geneci Vasconcellos.

Doações

-Fraldas XXG ou acima de 15 kg

-Pomada para prevenir assadura

-Lenço umedecido

-Fórmula alimentar Fortini de 1 a 10 anos

- Frasco alimentar 300 ml

-Equipo alimentar via sonda

-Sonda de aspiração traqueal nº 8

-Luvas plásticas estéril

-Solução fisiológica 0,9

-Curativo de traqueostomia

-Álcool gel, papel toalha, seringas doadoras, entre outros itens, que podem ser consultados com a família.

O ponto de arrecadação é na sorveteria Crebom, na rua Miguel Couto, 1238, bairro Aparecida. Ou no telebusca, a combinar pelo telefone (55) 9.9671-8272, com a Sandra.

Há ainda, uma “vakinha” on-line, que pode ser acessada clicando no link: http://vaka.me/1568233.

Texto: Suseli Cristo

 

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.