PUBLICIDADE
9 - coronavírus

Miriãn Colombo

Conheça a história da agente de saúde que virou uma atleta de fisiculturismo

SET

Publicado em 01/12/2020, última alteração em: 01/12/2020 16:21.

Por:



11 - Girassol

Mesmo que uma modalidade de esporte feminino ainda recente no Brasil, cercada de preconceitos e barreiras culturais, o fisiculturismo está em pleno crescimento e a cada ano ganha mais participantes nas competições. Ao perceber que precisava dar um “up” na sua autoestima, Miriãn Colombo resolveu entrar para uma academia, mudar sua rotina e estilo de vida. Foi aí então, após um tempo de treinos, que ela teve o contato pela primeira vez com o fisiculturismo, encantou-se pelo esporte e de espectadora passou a ser atleta.

– Eu já não gostava mais do meu corpo, havia engordado, não me sentia bem, me escondia atrás das roupas e nem saia de casa com frequência, mas sabia que a única pessoa a tomar alguma iniciativa seria eu, foi aí que comecei a praticar musculação. Comecei duas vezes e desisti, não fazia acompanhamento nutricional, o que me frustrei e acabei engordando mais. Na terceira tentativa que ocorreu, uns dois meses após resolvi cortar condimentos, refrigerantes, fast food e açúcares da minha dieta, e logo comecei a ter mais resultados na musculação. Já fazem oito anos, os treinos começaram a ser minha melhor hora do dia. Quando deu uns quatro anos de musculação eu notava minhas pernas mais torneadas, músculos mais desenvolvidos e nessa época meu esposo iniciou a faculdade de Educação física, comecei acompanhá-lo nos cursos, onde sempre havia atletas de fisiculturismo e eu ficava encantada, apaixonada. Um dia fomos assistir a um campeonato e meus olhos brilharam, então a partir daquele momento tive a certeza que era o que eu realmente queria – destaca Miriãn, que há três anos faz acompanhamento nutricional e treinos com o objetivo específico para o fisiculturismo.

A atleta

Miriãn Lúcia Stiegelmeier Czyzeski Colombo tem 35 anos, é natural de Chiapeta, morou em Frederico Westphalen quando pequena e retornou ao município com 15 anos de idade, onde está até hoje. No município conheceu o personal trainer Rafael Colombo, com quem está junto há 17 anos, sendo nove anos de casados. Além dos treinos para o fisiculturismo – categoria Wellness, ela atua como agente de saúde. 

No dia 14 de novembro deste ano, Miriãn participou da sua primeira competição oficial, nas categorias Wellness Master e Wellness Estreantes. “Nas duas categorias, que foi no campeonato Muscle Contest Mercosul, em Canoas, obtive o Top 5. Foi uma emoção muito grande, com a certeza de que todo o esforço no fim vale a pena. São as realizações que se somam a um trabalho feito com muito orgulho”, conta a atleta.

Treinos

Os atletas do fisiculturismo precisam ter um programa e cumpri-lo, não podem simplesmente ir à academia e sair treinando. No caso de Miriãn, ela tem uma rotina rígida de treinamentos e segue à risca, contando com o personal trainer e sua nutricionista.

– Minha rotina de treinos começa às 6h30min, com um aeróbico de bicicleta, e minha rotina de musculação na academia é sempre à noite, isso de segunda-feira a sábado. Só descanso no domingo, e mesmo assim mantenho dois aeróbios nesse dia. Já cheguei a treinar de domingo a domingo, sem descanso, primeiro porque precisava melhorar alguns pontos fracos que ainda faltavam e porque realmente amo muito, sempre foi e é minha melhor hora do dia. A preparação para um campeonato sempre começa entre oito a 12 semanas anterior à data, vai depender do percentual de gordura da atleta. No meu caso comecei a preparação com oito semanas, mas os treinos e dietas sempre devem ser mantidos mesmo quando não há competição, porque caso você não treine, sua massa muscular vai embora e caso não mantenha a dieta seu percentual de gordura fica muito alto, depois não conseguirá chegar com um físico adequado para a competição ou talvez nem conseguirá chegar no físico – relata.

Categoria Wellness

Na categoria Wellness, da qual Miriãn faz parte, as atletas devem ter percentual de gordura baixo, membros inferiores mais volumosos (quadríceps e glúteos), porém não devem ter celulites, estrias aparentes e nem flacidez, além de ter membros superiores menores e delineados. A apresentação também é avaliada, cabelo, unhas, pele, acessórios, assim como a manutenção da beleza dos traços femininos fazem parte do critério de avaliação na competição.

– Gostaria muito de deixar um recado, para as mulheres em especial, que não deixem os seus sonhos morrerem, seja ele qual for. Não há idade, não há cor, não há tamanho e nem obstáculos. Quando se encontra força de vontade nós conseguimos! Não existe força maior nesse mundo que a de uma mulher determinada. Me sigam no Instagram (@mirianlucicolombo), quero muito poder contribuir com quem tem sonhos, assim como eu, e que aos poucos vou concretizando – finaliza Miriãn.

Texto: Suseli Cristo

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.